domingo, janeiro 10, 2010 | Autor: Ebenézer Teles Borges
Imagine-se dentro de um avião, num voo sem escala sobre a linha do Equador, deslocando-se a 900 km/h. A essa velocidade, você daria uma volta ao redor da Terra em aproximadamente dois dias. Esse cálculo não é exato, mas serve para nos dar uma idéia, ainda que vaga, das dimensões do nosso planeta.

Agora imagine-se, nessa mesma aeronave e à mesma velocidade, numa hipotética viagem ao redor da estrela "VV Cephei". Que estrela é essa? Uma, entre as tantas que existem em nossa galáxia. Uma estrela vizinha, já que dista menos de 8,5 anos luz da Terra (uma curta distância em termos astronômicos). Quanto tempo será necessário para que sua aeronave dê uma volta ao redor dessa estrela?

O vídeo que disponibilizo abaixo (com duração de uns dois minutos) responde a essa pergunta, mas não vou criar nenhum suspense quanto à resposta: serão necessários mil e cem anos! Dá para acreditar?

Em termos de grandeza, nosso minúsculo planeta, que por tanto tempo foi considerado o centro do Universo, não passa de um minúsculo grão de poeira, perdido no espaço sem fim. Um "pálido ponto azul", nas palavras do conhecido astrônomo Carl Sagan. Um pontinho pálido, transparente, (quase) insignificante, (quase) inexistente...

Mas há algo em nós, humanos, que insiste em querer acreditar que não somos tão pequenos. Somos únicos, importantes, especiais e desempenhamos o papel de protagonistas no drama inconclusivo sobre a origem e o fim de todas as coisas.

Quando penso em estrelas como a VV Cephei - tão grande, tão imensa, absurdamente colossal - sinto-me fortemente tentado a duvidar do julgamento de valor que fui ensinado a fazer de mim mesmo e da espécie humana. E quando me lembro que VV Cephei é apenas um dos duzentos bilhões de astros que compõem a Via Láctea... E quando me dou conta de que a Via Láctea é apenas uma entre bilhões e bilhões de outras galáxias... E quando ouço falar sobre a possível existência de outros universos...

Sinceramente,
sou muito pequeno.
Será que sou?
Não.Não sou!
Apenas estou!
Ainda estou...
Sumindo...
Sumi.
...
..
.

Assistam ao vídeo abaixo e tirem suas próprias conclusões.




Veja também: O homem no Universo
Acompanhe as postagens desse blog por meio de RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta ou comentário de seu próprio site.

1 comentários:

On 11 de janeiro de 2010 00:11 , CONVICTOS OU ALIENADOS? disse...

Somos o centro do nosso universo que serve para NADA!

 
Related Posts with Thumbnails