domingo, fevereiro 08, 2009 | Autor: Ebenézer Teles Borges
Desde que mudei de emprego não estou conseguindo treinar com regularidade. Saio de casa muito cedo e retorno bem tarde. Ando quase sem tempo para quase tudo que me apraz, inclusive correr. Minha quilometragem semanal despencou e meu condicionamento não é mais o mesmo. Dificilmente participarei de uma maratona este ano.

Hoje fui, com minha esposa, ao Ibirapuera, na esperança de correr 12 Km (duas voltas da cerca) e ciente de que, se conseguisse rodar 10 km teria muito o que comemorar. Como tenho um problema crônico na musculatura das panturrilhas, planejei rodar lentamente no início e ir aumento o ritmo aos poucos, com o passar do tempo. Esse plano foi abandonado logo nos primeiros segundos de corrida.

Eu havia acabado de conferir os batimentos cardíacos, ligar o sensor de velocidade, disparar o cronômetro e dar os primeiros passos quando fui ultrapassado por um corredor suado. Não resisti à tentação de acompanhá-lo. Constatei que ele rodava a uns 5:20 minutos/km (algo em torno de 11,25 Km/h), um ritmo que eu sustento com tranqülidade quando estou treinado. Não sei se ele percebeu meu intento, sei que aumentou o ritmo e não me restou alternativa a não ser aumentar também e marcá-o de perto, uns cinco metros atrás. Estava ficando divertido. Pouco antes do 3º quilômetro, porém, meu "guia" deu uma guinada rápida e começou a trotar em sentido oposto, uma pena para mim, que estava adorando o treino. O jeito foi prosseguir sozinho e tentar manter o ritmo.

A "volta da cerca" no Ibirapuera é um dos poucos locais em São Paulo em que ainda é possível correr sobre terra batida. Há sempre um bom número de corredores (homens e mulheres) e sem aquela muvuca típica das alamedas asfaltadas do parque. Essa trilha mede seis quilômetros e é toda demarcada de cem em cem metros.

Ao completar os primeiros seis quilômetros, percebi que estava bastante cansado, mas continuava determinado a completar pelo menos 10 quilômetros, o que consegui em 0:51:39h.

Resumo do treino:

Referências:
1. Foto - Parque do Ibirapuera, em São Paulo
Categoria: |
Acompanhe as postagens desse blog por meio de RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta ou comentário de seu próprio site.

7 comentários:

On 9 de fevereiro de 2009 12:10 , Cleiton Heredia disse...

Seu ritmo de treino é o meu de prova quando estou relativamente bem condicionado.

Você precisa apertar o LAP do seu POLAR a cada km completado para extrair aquelas informações que colocou no quadro? Tem como programar para ele armazenar o tempo a cada km de forma automática?

 
On 10 de fevereiro de 2009 13:00 , CONVICTOS OU ALIENADOS? disse...

Eu queria estar "destreinado" assim...

 
On 10 de fevereiro de 2009 21:45 , Ebenézer Teles Borges disse...

Oi Cleiton,

No meu modelo (Polar RS200 SD) eu configuro o "autolap" para 1 Km, assim, a cada km ele apita e mostra um resumo na tela (tempo, ritmo, número da volta). Para deixar o controle automático e simples, basta acionar o menu "Settings" > "Features" > "Autolap" > "ON" e informar o tamanho (comprimento) da volta. No meu caso, "1 Km".

 
On 3 de março de 2009 14:29 , Anônimo disse...

Por falar em Polar, alguem saberia dizer se o modelo RS100 permite medir km? Abs, Eric

 
On 3 de março de 2009 22:18 , Ebenézer Teles Borges disse...

Olá Eric,

Pelo que observei no site da Proximus (representante da marca Polar no Brasil), o modelo RS100 não é comercializado com o sensor S1 que mede distância/velocidade.

Para confirmar clique aqui ou acesse o site da http://www.polarbr.com.br

Há outras opções no mercado. Consulte os relógios da Garmin (forerunner). Alguns vem com GPS e outros com sensor inercial (pedômetro).

Boa sorte.

 
On 1 de maio de 2009 03:12 , Vinicius disse...

Amigo estou numa frenética pesquisa atraz do meu primeiro polar, corro hoje com um oregon que não me satifaz.
Eu gostaria de saber o que ele marca no visor enquanto esta correndo, queria ver a frequencia, tempo total e tempo na volta...
Pode me ajudar?
Fiquei entre RS100 e RS200, o primeiro nas imagens de divulgação por aí mostra tudo o que quero, mas como pensei no RS200 que deve ser melhor, queria me certificar que tb mostra.

Espero que possa me ajudar pois não achei nada em foruns, sites, youtube...

Abraços e parabéns pelos resultados! um dia eu chego lá!

 
On 4 de maio de 2009 21:47 , detextoemtexto disse...

Olá Vinícius,

Também fiz uma pesquisa frenética tempos atrás (em 2005) até adquirir esse relógio Polar RS200 SD. Antes tive outro modelo polar (S120) e um Timex. Já são quase quatro anos com esse relógio e continuo satisfeito com ele.

Respondendo a sua pergunta: O modelo RS200 e/ou RS200SD vem com cinco painéis de visualização pré-configurados. Cada painel é composta por três linhas, sendo que a linha inferior exibe caracteres maiores. Esses painéis podem ser reconfigurados a gosto do usuário com os seguintes informações:
1. Cronômetro
2. Tempo de Volta
3. Hora (relógio)
4. Calorias
5. Freqüência cardíaca
6. Temporizador de contagem decrescente / distância
7. Ritmo / Velocidade
8. Distância percorrida
9. Limites da zona-alvo (freqüência cardíaca)

Durante a corrida é possível alternar entre os cinco painéis. Eu, gosto de usar o painel de freqüência cardíaca. Ele exibe (1)Velocidade/Ritmo ou tempo de volta na primeira linha,
(2) Cronômetro na segunda linha e
(3) Batimentos cardíacos na terceira linha.

Espero ter lhe ajudado. Em caso de dúvidas é só perguntar.

Bons treinos e boas corridas para você.

 
Related Posts with Thumbnails