segunda-feira, fevereiro 23, 2009 | Autor: Ebenézer Teles Borges
Mais um dia para descansar! Fantástico! Levantei-me cedo com vontade de fazer algo diferente. Pensei em pegar um ônibus e ir até o centro velho, de onde voltaria correndo. Consultei algumas possíveis rotas no Google Maps e elegi uma que sobe a Brigadeiro, cruza a Paulista, contorna o Ibirapuera pela República do Libado e segue em direção à Av. Santo Amaro, João Dias, etc. Seriam 20 quilômetros de desafio, superação e prazer.

Embora a vontade fosse grande, o bom senso me recomendava mais moderação. As duas panturrilhas estavam doloridas e o sol, aproveitando-se do carnaval, desfilava fagueiro pelo céu, fazendo questão de mostrar a cara. Prevaleceu o bom senso e resolvi ir correr no Ibirapuera, onde há sombra em abundância.

O Ibirapuera estava cheio. Parecia domingo. Senti-me feliz por estar ali para fazer algo que gosto – correr. Estacionei próximo a um termômetro que registrava 31ºC. Mas isso não me incomodava, pois a famosa "volta da cerca" é repleta de sombra. E já que estava com disposição, fiquei imaginando se seria hoje o dia em que superaria a marca dos 10 Km, mais distância percorrida por mim em 2009.

Comecei a correr com facilidade e segurando o ritmo. No começo é sempre assim. Sobra disposição e parece que vai ser fácil. Com o passar do tempo, porém, o ímpeto diminui e o ritmo tende a cair. Ao completar a primeira volta (6 Km) fiz uma rápida avaliação e percebi que não estava com disposição para correr mais que 10 km. Decidi, então, que tentaria aumentar o ritmo nos quilômetros finais para suar um pouco mais a camisa. Tomei a direção da pista de cascalho (1.250 metros) e aproveitei-me do percurso plano e sob a copa das árvores para aumentar a velocidade. Ao completar 10 Km, parei.

Graças ao alongamento cuidadoso e demorado que fiz em casa, as panturrilhas não reclamaram. Voltei para o carro e observei que o termômetro de rua assinalava 32ºC. O dia continuava lindo e o Ibirapuera cheio de vida... Hora de voltar para casa.

Resumo do treino:

Categoria: |
Acompanhe as postagens desse blog por meio de RSS 2.0 feed. Você pode deixar uma resposta ou comentário de seu próprio site.

1 comentários:

On 23 de fevereiro de 2009 19:47 , Cleiton Heredia disse...

Amigo,
Para superar a marca dos 10 km aconselho começar a correr no por-do-sol.
Com a temperatura mais amena talvez seja menos sacrificante superar esta marca.

 
Related Posts with Thumbnails